Brasão

O brasão de Cachoeira do Sul é formado por um escudo talhado, com uma coroa de torres na sua parte superior.

A borda verde significa a principal atividade econômica do município: a agricultura. As estrelas prateadas no alto do bordão significam os distritos agrícolas.

O escudo é dividido em duas partes por uma barra dourada. Na parte superior, o fundo é azul, mostrando a formação católica e a tranquilidade social do município, aparecendo, ainda, desenhos da ponte e queda d'água, simbolizando o Passo do Fandango.

Na parte inferior, a cor vermelha significa as lutas pela fixação de fronteiras. Sobre o fundo, aparecem: uma roda dentada, um arado e uma cabeça de boi, mostrando a riqueza e o progresso da pecuária cachoeirense.

Os cachos de arroz e de trigo simbolizam as principais culturas do município. Ao pé do escudo, uma faixa branca com dizer em azul, representa a data da fundação do município de Cachoeira do Sul: 05 de agosto de 1820.

bRASÃO.jpg

Bandeira

A bandeira de Cachoeira do Sul traz, como cores oficiais o branco e o amarelo, o brasão estampado sobre as duas cores. O branco significa o progresso e a paz. O amarelo-ouro representa as riquezas do município: o arroz e o trigo. O brasão representativo é aplicado no círculo do branco.

bANDEIRA.jpg

Outros símbolos

O hino de Cachoeira do Sul é oficializado pela canção "Meu Pago” de autoria do ex-prefeito de Cachoeira Moacir da Cunha Rösing. A noz pecã é considerada o fruto-símbolo do município, através de uma lei aceita na Câmara de Vereadores porque a cidade é a maior produtora desse fruto nas Américas. Em 1999, um concurso promovido por jornal local, o ingazeiro foi escolhido como árvore-símbolo da cidade. O Arrozito, mascote da Fenarroz também é considerado símbolo do município, sob a Lei Municipal nº 3672.

NOS PECAN.jpg
INGAZEIRO.jpg
ARROZITO.jpg