Matriz Nossa Senhora da Conceição

Conhecida como a antiga Igreja Matriz da freguesia, sua pedra fundamental foi lançada no dia 06 de outubro de 1793, com projeto do engenheiro militar Francisco João Roscio, e o edifício foi inaugurado a 30 de setembro de 1799. A antiga igreja, construída segundo a estética colonial, foi modificada muitas vezes, sendo as mais significativas as de 1929 e 1963. 

A Igreja Matriz passou a Catedral em 29 de setembro de 1991, quando foi criada a Diocese de Cachoeira do Sul.

As remodelações do templo foram muitas ao longo de sua história, mas a mais radical foi a iniciada em março de 1929, quando houve a decisão de mudar o aspecto externo, enriquecendo a simples arquitetura colonial militar de sua fachada com detalhes barrocos e substituindo a cruz que encimava o frontispício por uma imagem de Nossa Senhora.

Em maio de 2017, com a nova roupagem que a imagem de Nossa Senhora recebeu, ressaltando o azul de seu manto e os detalhes que identificam a sua representação, talvez a dúvida que assalte a todos de ser ela a Imaculada Conceição ou a Nossa Senhora das Graças esteja resolvida pelas palavras do monsenhor Scortegagna:  A' creatura incomparavel, á mais pura e santa, á Medianeira de todas as graças, á Immaculada Virgem Maria, Padroeira do Brasil. Com esta frase ele define Nossa Senhora como a mais pura e santa, a imaculada, independente das diversas nomenclaturas que recebe..

N. Sra. das Graças - RFT.JPG
catedral.jpg
catredal.jpg